sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Quadro / Porta Maternidade da Cecília


Cecília promete nascer hoje, priminha da Aurora (minha bebê que ainda está aqui na barriga), então pra dar boas vindas a ela, trouxe o quadro que confeccionei para decorar seu quartinho ou até ser usado como porta maternidade.

Eu estava louca pra criar um quadro deste estilo, medindo 30x30cm e emoldurado em caixa alta, assim todos os detalhes em relevo seriam muito bem expostos, já havia feito porta maternidade 20x20cm com moldura toda de papel, mas desta maneira, com moldura de madeira e tela de vidro, ainda não, e posso dizer que já tenho uma paixão.


O quartinho da Cecília é todo rosa claro e cinza, pra combinar, o quadro foi feito nestas cores, com apliques leves, românticos e lúdicos, achei bem delicado. Usei meus amados vidrinhos cheios de lantejoulas (quem acompanha lá no Instagram sabe dessa saga), flores de papel e de EVA, corações de crochê, fitas, rendas e mais lantejoulas; o nome eu cortei na Silhouette Cameo.


Incrível como a moldura caixa alta realça a delicadeza do projeto, né não mores? Aqui embaixo, uma foto da página antes de ser emoldurada. Sou apaixonada por cada etapa do que faço.


Por hoje é só pessoal, enquanto isso, lá no Instagram rola bastidores do meu dia a dia e muita história dessa reta final de gestação. Vou adorar te ter por lá. Se liga ---> @brunahalcantara

Beijos da barriguda aqui =*

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Mini festa com tema mergulhador, bem rústica e masculina - 50 anos do meu pai {#50tãodoBira}


Quem me segue lá no Instagram @brunahalcantara tá mais que esperando este post né?! Afinal, postei lá os preparativos pra festa de 50 anos do meu pai, uma festa simples e feita com as mãos. E fiquei devendo as fotos da festa montada, mas hoje, mesmo tardiamente, vim cumprir minha promessa.

No dia da festa, quis logo postar todos os detalhes, mas pensei que postando aqui, ficaria algo mais organizado e também disponível pra futuras consultas de vocês, assim quando quiserem se inspirar, encontrarão o post fácil fácil. Porque fazer mini festas é muito gostoso e quando se pode fazer com as próprias mãos fica muito mais interessante.

Bom, pra melhor organização vamos falando por partes? Prepare-se para um post recheado de fotos. =D


TEMA: o maior hobby do meu pai é pescar de mergulho, ele viaja por dias atrás da melhor água, do maior peixe ou até da noite mais enluarada, então, o tema da festa era mais que óbvio né?! Fora que já fugia um pouco dos temas clichês para as festas de aniversário desta idade.


IDENTIDADE VISUAL: com o tema escolhido foi fácil escolher as cores e compor a identidade visual, eu sabia desde o início que queria algo bem rústico, como meu pai pesca em rios e igarapés, escolhi as cores verde musgo e verde bandeira (representando as flores do fundo do rio), azul claro (representando as águas), bege (representando as águas dos igarapés e a terra da mata), toques de laranja e branco (porque um toque de cor sempre cai bem); a Hellen Auzier (minha maga do PhotoShop) e eu, bolamos a logomarca do aniversário, que usei impressa em tamanho grande no canto da mesa, nos personalizados e no convite.

BACKDROP (PAINEL DE FUNDO): eu tinha inúmeras ideias pra esta parte, desde usar placa de compensado, fazer correntes de papel até pendurar malhadeira (rede de pesca), e foi essa última que escolhemos, mas isso vem depois de meu pai dar a ideia de fazer uma parede de palha, e o mais legal, foi ele mesmo que montou, depois eu só trancei as palhas uma nas outras e daí sim, penduramos a malhadeira e prendi vários peixinhos, assim causaria um efeito de natureza + malhadeira repleta de peixes, sei que ele não usa malhadeira, já que só pesca de mergulho, mas achei que a ideia ficaria delicada para o fundo, valorizaria as fotos e destacaria a mesa (que era minha prioridade), e por fim, ele mesmo pendurou seus instrumentos de pesca no canto direito. Eu amei demais! 


 PAINEL LATERAL PARA FOTOS: eu queria porque queria fazer uma mini-ini parede composta de correntes de papel, pra simbolizar as plantas do fundo do igarapé, aquelas meio compridas parecendo algas, minhas primas e tias me ajudaram nesta colagem, fácil fácil, pra finalizar, meu tio levou este banco de vidro, coloquei o resto de juta pra funcionar como manta, e tcharãm, surgiu um belo painel pra fotos.


MESA: a ideia era usar uma mesa de madeira, pra seguir o tema bem rústico, mas no fim das contas, levar a mesa para o igarapé seria uma mão de obra gigantesca, então improvisamos, conseguimos dois troncos de madeira e meu tio querido levou uma base de vidro, como queria o mais rústico possível, a juta, que até então era apenas pra ser o trilho de mesa, foi usada pra cobrir todo o tampo, assim, o vidro foi escondido e a rusticidade bem explorada, minhas tias e eu desfiamos toda a juta pra dar um efeito mais leve. 

Minha irmã caçula e eu enchendo de beijos nosso lindão! Só faltou nossa irmã do meio Fabiana
 

BOLO: ficamos em dúvida entre um naked cake e um bolo de pasta americana, quem deu a palavra final foi o aniversariante, ele escolheu o modelo, o resultado ficou um charme só, chamou tanta atenção pra mesa, deixou tudo tão bem caracterizado que nem sei, amei demais e demais.


DOCES: muito complicado escolher doces pra uma festa masculina e de 50 anos, tive medo de infantilizar em algum ponto, rsrs, acabei escolhendo brigadeiros, alfajor no palito, cupcakes e brigadeiro de copinho.

PERSONALIZAÇÃO DOS DOCES: como não queria infantilizar demais e todas as inspirações que encontrava na internet, sobre este tema, eram de festas infantis e de mergulhador de água salgada, acabei optando por decorações nos doces o mais simples possível mas sem fugir da criatividade, então, fiz flâmulas e banderinhas com papel e washi tape para serem os toppers dos brigadeiros, mini varas de pesca com peixinhos para os cupcakes (ele raramente pesca de linha mas mantive o tema né não?! rsrs) e a fofura maior, copinhos de brigadeiros bancando os mergulhadores, estes sim, foram minha maior paixão, rsrs, cortei na Silhouette os pés de pato, snorkel e máscara e colei um a um em cada copinho.


ITENS DE DECORAÇÃO PARA A MESA: customizei as garrafas de vidro e latas de leite usando juta, fita, página de livro antigo, botões e fio, porta retratos com as melhores fotos do nosso mergulhador, itens de decoração da casa do meu pai, como: o peixe de madeira, as mini árvores artificiais e alguns instrumentos de pesca (laternas, caixa térmica, iscas artificiais, molinete e GoPro), e as louças, mini vasinhos de cactos, cestas de palha e bandejas, foram todas emprestadas da minha vizinha. Tá vendo que pra montar uma mesa só precisa você olhar ao seu redor e usar o que tem?! Basta ter amor! S2 


PEQUENOS IMPREVISTOS: A única coisa que me deixou triste, foi o sol sobre a mesa depois de inteiramente montada, não sei explicar, mas naquele dia, o sol quis fazer parte da festa, porque dias antes fui ao local, estudei todo o ângulo do sol, vi questão de sombra e luz, e lá não era um local de sol direto, mas logo depois que eu montei a mesa, o sol veio com tudo, aí judiação! Mas do meio da tarde em diante, ele amenizou e a mesa ficou bem lindona como eu imaginei. E um aspecto que acho que acabei "falhando" foi não contratar um fotógrafo, não digo que foi uma falha, mas que na festa, senti falta, como estávamos tentando economizar ao máximo, descartei logo de cara, o que arrependi depois, porque estando grávida de 7 meses, andando pra lá e pra cá, não dei conta de fotografar o aniversariante com seus convidados, local da festa inteira, convidados comendo e dançando, banda tocando e até o pedido de noivado surpresa que meu pai fez para sua companheira, momentos especiais demais como este e com o tamanho da festa (afinal não eram apenas 30 convidados) me fez precisar imensamente de um fotógrafo. Porém, já aprendi a lição!

Quanto a festa, ela foi i-n-c-r-í-v-e-l, foram quase 4 dias de festa hahaha isso porque até pra ir arrumar o local a gente já estava fazendo festa, minha família é massa demais, o que garantiu que a decoração da mesa não fosse só composta por mim, mas com a ajuda do meu pai (o aniversariante), minhas primas e meus tios, a coisa mais legal que eu acho é isso: uma festa feita por todos, que se curte desde a preparação até a arrumação da bagunça no final, onde todos fazem um pouquinho, aí tão gostoso, pra mim, isso sim me motiva a comemorar e fazer mini festas sempre!

Todo esforço valeu a pena quando o vi assim: feliz e radiante!

FICHA TÉCNICA
Doces: Doce Empório | Bolo: Gerlane Freitas | Brigadeiro no copinho: Vanessa Anequino (que veio aqui pra casa só pra me ajudar) | Apoio: família | Identidade Visual: Hellen Auzier

Gente, só mais uma coisinha: não, eu não trabalho com decoração de mini festas, primeiro porque meu foco realmente são os presentes e projetos personalizados e segundo, porque para levar isso como profissão, requer estrutura física, estoque de louças e itens de decoração. Posto aqui pra vocês para lhes inspirar, mostrar que vocês mesmos podem fazer usando o que tem em casa, que são capazes sim de fazer os pequenos detalhes e também pra compartilhar algo que gosto de fazer, tá bem?! Se fizerem, já quero ver, me mandem as fotos que vou amar!